Congresso FIEP 2017

Foz do Iguaçu - PR - Brasil
14 a 18 de janeiro de 2017

Congresso FIEP na Mídia

Revista E.F. | Congresso da FIEP movimenta Foz do Iguaçu

(Organização do Congresso FIEP, em 1 de março de 2013)

Veículo: Revista E.F. – Rio de Janeiro/Brasil
Edição: Nº 47 – Março de 2013

Conteúdo:

O CONFEF promoveu cinco eventos paralelos dos quais participaram mais de duas mil pessoas entre presentes e participações virtuais. Se você não assistiu pode acompanhar tudo através do nosso canal no Youtube.

A cidade de Foz do Iguaçu (PR) esteve movimentada no último mês de janeiro com o já tradicional Congresso Internacional de Educação Física da FIEP que reuniu mais de 2.800 presentes entre profissionais e estudantes do Brasil e de outros países em uma programação composta por cursos, debates, apresentações de trabalhos científicos e troca de experiências, tendo como assunto principal a carreira do Profissional de Educação Física.

Nesta, que foi a 28ª edição do Congresso, o CONFEF marcou presença promovendo cinco eventos: V Fórum de Educação Física Escolar; IV Seminário sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica; XI Fórum de Educação Física do Mercosul; II Seminário de Atividade Física na Atenção Básica à Saúde e VII Seminário de Ética do CONFEF. Todos aconteceram paralelamente ao Congresso e reuniram mais de duas mil participantes entre presenças reais e virtuais em torno dos assuntos apresentados e debatidos.

 

Os desafios da Educação Física Escolar

O V Fórum de Educação Física Escolar, coordenado pela Comissão de Educação Física Escolar do CONFEF (CEFE), foi aberto pelo Presidente da CEFE, Conselheiro Antônio Ricardo Catunda de Oliveira [CREF 000001-G/CE], que apresentou um histórico da criação da Comissão desde seu início até o reconheci- mento do plenário do CONFEF que percebeu a necessidade de criação da Comissão. A palestra de abertura foi ministrada pelo Presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber, que instigou todos a refletirem sobre a necessidade de definições, objetivos e conceitos até a proposta de uma reengenharia da atuação dos professores na escola.

A Mesa Temática de Debates 1 abordou a “Proposta de Planejamento Curricular para a Educação Física Escolar” e teve como conferencista a Profissional de Educação Física, Maria Helena da Silva Ramalho [CREF 015993-G/SC].

No segundo dia do Fórum realizou-se a apresentação da Mesa Temática de Debate 2 com o tema “O Conhecimento do Professor de Edu- cação Física na Escola e a Qualidade das Aulas Ministradas”. Nesta mesa, a conferencista Lilian Messias [CREF 002328-G/PR] apresentou a vi- são do gestor, enquanto Heraldo Simões [CREF 000590-G/CE], o segundo conferencista, mostrou a visão do professor.

O último dia foi reservado para a Mesa Temática de Debate 3 com o tema “A Inserção da Educação Física no Plano Nacional de Educação: perspectiva do MEC e do CONFEF” que contou com representantes das duas entidades. O representante do MEC manifestou apoio às preocupações do sistema CONFEF/CREFs e se comprometeu de levá-la às instâncias superiores. Na ocasião, foi reforçada a afirmação da Educação Física como componente curricular obrigatório da Educação Básica em todos os níveis, também foi demonstrado que existe insatisfação dos professores com a não obrigatoriedade de Profissional licenciado em Educação Física na Educação Infantil e séries iniciais, podendo o professor polivalente assumir as aulas. Este fato tem trazido prejuízos no ensino da disciplina notadamente no que se refere à aprendizagem motora das crianças, haja vista a ausência deste conhecimento na formação dos professores polivalentes.

 

Formação e controle do Exercício Profissional

O XI Fórum de Educação Física do Mercosul, coordenado pelo Presidente da Comissão Especial do Mercosul – CONFEF, Conselheiro Carlos Alberto Oliveira Garcia [CREF 00002-G/RS], teve como objetivo discutir questões que visam melhorar, o atendimento e atenção à qualidade de vida ativa das diferentes camadas que compõem nossa sociedade, sejam crianças, jovens, idosos e tendo sempre como interventor o Profissional de Educação Física. Durante o Fórum, foram promovidas discussões sobre estas questões entre os Profissionais dos Países do Mercosul e América Latina.

Num dos momentos do Fórum foi apresentada a Palestra do Conselheiro João Batista Tojal, sobre o tema: Tratado de Bolonha, quando foi procedida a apresentação dos termos estabelecidos entre os países da União Europeia, e as características da formação profissional proporcionada por esse tratado na EU, e ainda uma análise de sua aplicabilidade em outros países fora da Comunidade Econômica Européia.

Também estiveram na pauta de objetivos a Formação Profissional em Educação Física nos países que compõem o Mercosul; Análise da Legislação específica da área e proposta de mecanismos de controle do exercício profissional para melhor integração; Formação e ocupação no Mercado de trabalho e integração; Trocas de informações e um maior intercambio entre os Profissionais dos Países do Mercosul.

Na abertura do Fórum estiveram presentes o Presidente da FIEP, Almir Adolfo Gruhn e o Presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber. Na ocasião foram apresentados relatos sobre a situação dos países da América Latina e da Europa bem como a ampliação da Comissão do Mercosul com representantes dos Países do Mercosul e da América Latina.

 

Profissional de Educação Física e Saúde

A segunda edição do Seminário de Atividade Física na Atenção Básica à Saúde trouxe em sua programação palestras com renomados profissionais da Educação Física que atuam em diversos âmbitos na área da saúde.

No primeiro dia do evento foram ministradas duas palestras: “Academias da Saúde”, por Alexandre Machado Rosa [CREF 052922-G/SP] do Ministério da Saúde; “Responsabilidade civil na Atividade Física e/ou Desportiva”, sob a responsabilidade de Luiz Antonio Stopa [CREF 000206-G/MS]. Para fechar o primeiro dia do evento o Profissional Rony Carlos Las Casas Rodrigues [CREF 008257-G/MG] que é especialista em atenção básica em saúde da família pela Faculdade de Medicina da UFMG apresentou a experiência do Município de Belo Horizonte com as academias da cidade.

No segundo dia do evento foram apresentados dois relatos de experiências. O primeiro foi de Alessandra de Magalhães Campos Garcia [CREF 005083-G/MG] sobre a atuação do Profissional de Educação Física na Unidade Multiprofissional de Promoção à Saúde da Equipe de Transplante Hepático do HC/UFMG. O seguinte foi do pesquisador Rodrigo Gonçalves Dias [CREF 059988- G/SP], vencedor do Prêmio Jovem Cientista Brasileiro, que relatou sua experiência com a pesquisa no campo da Genética, da Cardiologia Molecular e a relação com a atividade física.

No último dia do evento o Profissional de Educação Física, Sidirley de Jesus Barreto [CREF 000131-G/SC] partilhou a experiência da Universidade Regional de Blumenau (FURB) com a atuação da Educação Física na Atenção Básica à Saúde. Outra experiência relatada foi a do Profissional Deivis Frainer [CREF 008381-G/SC] no processo de elaboração e desenvolvimento de um programa de atividades físicas junto ao NASF do Município de Tijucas – SC.

O último tema “Da ideia ao produto: um novo paradigma em educação física e saúde” pelo Profissional José Marques Novo Junior [CREF 095238-G/SP], abordando alguns aspectos da pesquisa em Educação Física e Saúde no que se refere ao uso de instrumentos, equipamentos e serviços, avançando para uma proposta de inovação tecnológica, discutindo a importância do empreendedorismo e a necessidade da criação de produtos/serviços para o mercado.

 

Novo Código Processual de Ética

Depois da implementação do Código Processual de Ética e o funcionamento em diferentes situações e instâncias, optou-se pela reorganização de um Seminário para facilitar os procedimentos a serem aplicados pelas Comissões Regionais de Ética no Sistema CONFEF/CREFs, e também pelo Tribunal Superior de Ética através do Plenário do CONFEF. Desta forma, o VII Seminário de Ética teve como tema “O Novo Código Processual de Ética do Sistema CONFEF/CREFs: Alterações”.

No primeiro dia da programação, o Conselheiro Federal Lucio Rogério Gomes dos Santos [CREF 000001-G/DF] ficou responsável por “Apresentar as alterações procedidas no Código de Ética do Sistema CONFEF/CREFs”, seguido pelo também Conselheiro Federal João Batista Andreotti Gomes Tojal [CREF 000003-G/SP] que apresentou as “Alterações procedidas no Código de Ética dos Profissionais de Educação Física no Sistema CONFEF/ CREFs: História, procedimentos, estatística e resultados”.

No segundo dia a Conselheira Jeane Arlete Márques Cazelato [CREF 000003-G/RS] apresentou o tema: “Análises das Alterações processadas no Código Processual de Ética” e na sequência o também Conselheiro Federal João Batista Andreotti Gomes Tojal fez uma palestra sobre o tema: “Lógica do Caminhar Processual no Sistema CONFEF/CREF”. Durante o Fórum, o Presidente da Comissão Organizadora apresentou os novos Membros da Comissão de Ética do CONFEF, os Conselheiros Federais: Valéria Sales dos Santos e Silva [CREF 000213-G/PE]; Luiza Parente Ribeiro R. de Carvalho [CREF 000411-G/RJ]; Solange Guerra Bueno [CREF 011236-G/SP]; Ângelo Luis de Souza Vargas [CREF 000007-G/RJ] e Roberto Jorge Saad [CREF 000018-G/SP].

No terceiro dia do Seminário foi desenvolvida uma espécie de jurisdrama, com o tema: “Apresentação da aplicação do funcionamento das diferentes instâncias segundo o Código Processual de Ética”. Nessa oportunidade contou-se com a participação dos novos Membros da Comissão de Ética do CONFEF com a colaboração ainda de Membros da Comissão de Ética do CREF 4/SP, que serviram como atores: Nestor Soares Publio [CREF 005511-G/SP] – Presidente da CEP-CREF4/SP; Pedro Roberto P. Souza [CREF 000259-G/SP] – Conselheiro Regional, Membro CEP; Rodrigo Nuno P. Correia [CREF 025699-G/SP] – Conselheiro Regional, Membro CEP; Marcelo Vasques Casati [CREF 015211-G/SP] –Conselheiro Regional, Membro CEP; Anderson Cadan Patricio Fonseca – Advogado do Departamento Jurídico; Danielle Pivetti Jaloreto – Secretária das Comissões CREF4/SP; Jonatas Fran- cisco Chaves – Advogado, Departamento Jurídico; Sandra de Castro Silva – Advogada, Assessora Jurídica CEP, além da participação do Conselheiro Federal Lucio Rogério Gomes dos Santos, Membro da Comissão Organizadora do VII Seminário de Ética do CONFEF, que funcionou como denunciante.

 

Valores do Esporte e Educação Olímpica

O Seminário foi organizado e coordenador pelo Presidente do CONFEF e da Academia Olímpica Brasileira, Jorge Steinhilber e teve como objetivo chamar a atenção para a importância da Educação Olímpica no contexto da Educação Física Escolar e do Esporte nas três manifestações: educacional, participação e alto rendimento.

Foram apresentados relatos de atuações, a questão da sustentabilidade e o que está sendo apresentado no Congresso Nacional no sentido de possibilitar o desenvolvimento da Educação Olímpica objetivamente como legado da edição dos Jogos Olímpicos no Brasil em 2016. O evento, transmitido ao vivo via internet para o Brasil e exterior, contou com a presença de aproximadamente 90 pessoas presencialmente a cada dia e de 600 pessoas virtualmente.

Na abertura do Fórum, o Presidente do CON- FEF fez uma exposição ressaltando o 150ª aniversário do nascimento do Barão de Coubertin e do significado deste grande homem no resgate dos Jogos Olímpicos e do Movimento Olímpico. Abordou a questão da falta de planejamento e de programas para os legados socioeducacionais relativos aos mega eventos que serão realizados no Brasil e da oportunidade que está sendo perdida. Alertou para esse fato e instigou os participantes e desenvolverem ações, nos respectivos espaços de atuação relacionados à Educação Olímpica.

Bastante interessante foi a palestra apresentada pelo Conselheiro Antônio Ricardo Catunda de Oliveira sobre “Educação Física escolar, diminuição da oferta por conta do ENEM/IDEB e prejuízo para as crianças e sua relação com Educação Olímpica”. Foi uma conferência inovadora em razão de uma situação conjuntural em que Secretarias de Educação estão diminuindo a oferta da disciplina Educação Física Escolar para aumentar a de Matemática e Português por conta do Governo brasileiro ter instituído o ENEM e o IDEB, avaliação dos alunos e classificação das escolas em exames de Matemática e Português.

O “Relato de Avanços no Parlamento a respeito da Educação Olímpica” foi apresentado pelo Profissional de Educação Física e Conselheiro Federal Lúcio Rogério Gomes dos Santos, sobre sua atuação e participação junto aos parlamentares no sentido de promover audiências públicas na Comissão de Turismo e Esporte da Câmara para que os mesmos compreendam o significado do Movimento Olímpico e da Educação Olímpica. Ele apresentou os Projetos de Lei que alguns parlamentares apresentaram instituindo a Semana Olímpica com objetivo de que a escola seja envolvida de pronto no Movimento Olímpico e que os alunos possam compreender o significado da realização do evento Rio 2016. Fora isso, relatou as diversas audiências públicas que foram realizadas em alguns Estados em parceria com a Frente Parlamentar da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano objetivando propagar e difundir o Movimento bem como apresentação de Projetos de Lei nos Estados. Finalizando apresentou a iniciativa do Sistema CONFEF/ CREFs ao realizar caminhada em torno do Congresso Nacional lançando o Ciclo Olímpico no Brasil e em seguida audiência com debate a respeito da importância dessa iniciativa e da participação de parlamentares.

 

Veja no Youtube

Os Fóruns organizados pelo CONFEF foram transmitidos em tempo real pela Internet. Se você perdeu algum ou gostaria de rever os eventos, pode acessar nossa página no Youtube, no endereço: www.youtube.com/SistemaCONFEFCREFs.

 

Almir Gruhn é reeleito Presidente Mundial da FIEP

A eleição foi realizada durante o 28º Congresso Internacional de Educação Física, realizado em Foz do Iguaçu, onde também ocorreu a Assembleia Geral da Federação Internacional de Educação Física (FIEP). No final do evento, com a participação de mais de 100 delegados de 25 países e de todos os Estados do Brasil, foi realizada a eleição que elegeu a nova Diretoria Mundial da entidade. Apenas a chapa Consolidação concorreu. Ela foi com- posta por 50 profissionais de 29 países e encabeçada pelo professor Almir Gruhn, que foi reeleito ao cargo máximo da FIEP.

O Presidente reeleito ressaltou que a FIEP está mais fortalecida como instituição. Ele destacou a importância da Federação em dar uma maior atenção ao continente africano e também apresentou o angolano Pedro Agostino como novo Delegado da entidade.

Após a posse, Almir Gruhn falou da satisfação em permanecer à frente da Federação. “Me sinto muito orgulhoso e honrado em poder representar a FIEP mundialmente, entidade esta que em 90 anos, conquistou muitas divisas”. Em todo este período, Almir Gruhn é o oitavo profissional eleito como Presidente Mundial.

 

http://www.confef.org.br/extra/revistaef/show.asp?id=4085

http://www.confef.org.br/extra/revistaef/arquivos/2013/N47_MAR%C3%87O/13_CONGRESSO_FIEP.pdf

COMPARTILHE O CONGRESSO FIEP: