Congresso FIEP 2017

Foz do Iguaçu - PR - Brasil
13 a 17 de janeiro de 2018

Congresso FIEP na Mídia

Revista E.F. | A Educação Física em destaque pela 26ª vez

(Organização do Congresso FIEP, em 1 de março de 2011)

Veículo: Revista E.F. – Rio de Janeiro/Brasil
Edição: Nº 39 – Março de 2011

Conteúdo:

Mais um ano que inicia, mais uma edição do Congresso Internacional de Educação Física da FIEP. Realizado pela 26ª vez, mais de três mil estudantes e profissionais de Educação Física do Brasil e do exterior estiveram presentes na cidade de Foz do Iguaçu-PR, no mês de janeiro, para a participação de cursos, troca de experiências, apresentação de trabalhos científicos, além de debater a própria Educação Física e assuntos relacionados à nossa intervenção profissional.

Novamente, o Sistema CONFEF/CREFs participou desta grande festa da Educação Física promovendo a realização de três eventos: o II Seminário sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica, o VI Seminário de Ética do CONFEF e o IV Seminário de Educação Física Escolar. Encontros que, certamente, contribuíram para fomentar o debate e a exposição de experiências e ideias visando sempre à reflexão sobre temas importantes da Educação Física.

 

II Seminário sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica

Se depender do contexto atual, os assuntos e conteúdos apresentados e debatidos no Seminário sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica serão pertinentes e abordados por, pelo menos, os próximos dez anos. Especialmente neste ano de 2011, o início do que o CONFEF vem chamando de “tsunami esportivo”, com a realização dos 5º Jogos Mundiais Militares no Rio.

 

Congresso da FIEP leva mais de três mil pessoas à Foz do Iguaçu. E, mais uma vez, o Sistema CONFEF/CREFs marcou presença!

Esta foi a segunda edição do evento. No ano passado o objetivo foi apresentar a Educação Olímpica aos estudantes e profissionais de Educação Física, autoridades e outros participantes presentes. Neste ano a intenção do Seminário foi ser mais objetivo, buscando procurar respostas de como implantar a Educação Olímpica nas aulas de Educação Física, como incorporar matérias com este enfoque no currículo dos cursos de graduação em Educação Física, dentre outros.

Neste contexto, foi apresentado pela Prof. Vera Lúcia Costa (CREF 000030-G/RJ) o case de sucesso da Secretaria municipal de Educação do Rio de Janeiro, no qual, através de uma plataforma online colaborativa de aulas digitais (“Educopédia”), alunos e professores podem acessar atividades autoexplicativas de forma lúdica e prática, de qualquer lugar e a qualquer hora. Dessa forma, a Prof. Vera Lúcia, juntamente com outras duas profissionais de Educação Física, inseriram a questão da Educação Olímpica na matriz da ferramenta, visando à capacitação e ao desenvolvimento dos professores do município.

Foi também discutida e aprovada a confecção, com o apoio do CONFEF, de um material sobre a Educação Olímpica para distribuição entre os profissionais de Educação Física. “A ideia é disponibilizar aos educadores conteúdos pedagógicos para que eles possam disseminá-los junto aos seus alunos”, explica o presidente do CONFEF, Prof. Jorge Steinhilber, coordenador desta edição do Seminário.

Segundo o presidente do Conselho Federal, o encontro ficou marcado pela apresentação de bons exemplos e práticas de utilização dos Valores Olímpicos nas escolas, buscando aproveitar o contexto dos megaeventos esportivos para promover um melhor desenvolvimento e formação dos alunos na disciplina Educação Física Escolar. Um dos cases foi o da Escola Americana do Rio de Janeiro (EARJ), que promove, todos os anos, uma Semana Olímpica. O objetivo dessa iniciativa é disseminar os Valores Olímpicos entre os alunos, em que todos os professores da instituição de ensino integram um grande grupo de trabalho, dando um caráter multiprofissional e multicultural à ação.

“Foi apresentada no seminário uma proposta buscando envolver as secretarias municipais e estaduais de Educação e Esporte do país no sentido de que seja implantada, em todas as escolas do Brasil, uma ‘Semana Olímpica’, como o exemplo da Escola Americana”, relata o Prof. Steinhilber. “Assim como o case apresentado, a ideia é aproveitar este período para desenvolver o trabalho do Olimpismo, envolvendo todos os profissionais das escolas”.

 

VI Seminário de Ética do CONFEF

Acontecendo também paralelamente ao Congresso Internacional de Educação Física, o Seminário de Ética do CONFEF serviu para debater a intervenção profissional nos seus diversos campos e áreas de atuação. E esta sexta edição ficou marcada pela celebração das conquistas das comissões de Ética de cada Conselho Regional.

“Participaram nessa oportunidade como apresentadores temáticos os representantes das comissões regionais de Ética dos 14 CREFs, que abordaram o histórico da implementação da Comissão de Ética da sua respectiva regional e fizeram levantamentos, análises, avaliações dos procedimentos, comportamentos, funcionamentos e dos dados estatísticos da aplicação da Ética Profissional naquele estado”, conta o coordenador do Seminário e vice-presidente do CONFEF, Prof. João Batista Tojal.

Além disso, foi feito um relato histórico da própria Comissão de Ética do CONFEF, bem como a respeito da criação do Código de Ética do Profissional de Educação Física, documento essencial para a intervenção do profissional nos diferentes campos de atuação. (disponível para download em nosso Portal)

“O que se pôde constatar é que o processo de desenvolvimento da ética aplicada nestes dez anos de sua existência formal e legal no âmbito do Sistema CONFEF/CREFs vem servindo de base segura para o estabelecimento da responsabilidade profissional de todos os envolvidos na Educação Física, além de ter conseguido dar a sustentação necessária e esperada pela sociedade brasileira de um segmento profissional que tem sempre muito a contribuir com o sistema educacional, cultural, social e de saúde e à qualidade de vida ativa de todo o povo do nosso país”, justifica o Prof. Tojal.

 

IV Seminário de Educação Física Escolar

Por fim, porém jamais menos importante, a Educação Física Escolar esteve presente nas discussões promovidas pelo Sistema CONFEF/CREFs pela quarta vez. Vale ressaltar que a Educação Física Escolar foi o tema escolhido pelo CONFEF para o Biênio 2009- 2010, quando foram confeccionados e distribuídos materiais publicitários e promovidas diversas ações na mídia. Além disso, durante este período, em diversas ocasiões os conselheiros apresentaram questões que envolvem a Educação Física Escolar junto aos parlamentares, secretarias municipais e estaduais, ministérios, escolas, Instituições de Ensino Superior (IES), dentre outros.

Uma das palestras mais importantes do evento foi proferida pela conselheira do CONFEF Prof. Dra. Iguatemy Maria de Lucena, intitulada “O Lugar da Educação Física e do Esporte no Contexto Escolar: a Visão do Gestor”. Durante a apresentação, a palestrante analisou os problemas da formação docente, os programas e conteúdos das aulas nas escolas, além da precariedade e inexistência de infraestrutura adequada.

Em seguida, o conselheiro Prof. Ricardo Catunda apresentou o tema “Educação Física Escolar: a Responsabilidade do Professor para a Formação Humana pela Legitimidade de Conteúdos”. De forma bastante didática, ele destacou o principio da responsabilidade do profissional em educar e ensinar bem, com objetivos claros em seus conteúdos e estes, por sua vez, transparentes em seus objetivos.

“A Educação Física, enquanto componente curricular, deve promover valores, formação da cidadania, do caráter, da consciência corporal, da incorporação da cultura física, do pleno desenvolvimento motor e para o despertar e a vivência de habilidades”, defendeu.

Já a Prof. Valéria Sales dos Santos dissertou sobre o tema “A Educação Física Escolar na Rede Pública de Ensino”. Segundo a conselheira do CONFEF, o conteúdo da palestra foi fruto de uma pesquisa de mestrado, realizada em Pernambuco, que avaliou as políticas públicas referentes à Educação Física Escolar na Rede Pública do estado. “A gente identificou avanços relativos à abordagem do conteúdo vinculado aos projetos pedagógicos das escolas públicas de Pernambuco”, ressalta.

Para um dos coordenadores do IV Seminário de Educação Física Escolar, o conselheiro Prof. Sérgio Kudsi Sartori, a avaliação foi positiva. “Dois pontos foram mais evidenciados neste evento: o primeiro foi relacionado à formação e atuação profissional, enquanto o segundo teve como foco a questão da Educação Física na Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental”, resumiu.

E que venha a 27ª edição do Congresso Internacional de Educação Física, em 2012!

 

http://www.confef.org.br/extra/revistaef/show.asp?id=3932

http://www.confef.org.br/extra/revistaef/arquivos/2011/N39_MAR%C3%87O/25_EDUCACAO_FISICA_EM_DESTAQUE.pdf

COMPARTILHE O CONGRESSO FIEP: