Cursos de Atualização e Aperfeiçoamento

Você poderá selecionar até 3 cursos de 16h, sendo um em cada período (Manhã, Tarde e Noite).

Ao inscrever-se para a Certificação Internacional da FIEP, não poderá escolher outro curso nos períodos da manhã e tarde..
Curso 26

Corrida de Rua: Treinamento

Lázaro Velazquez /SP – Cuba

DOCENTE: 
Prof. Ms. Lázaro Pereira Velázquez – CREF 082380-G/SP

CURRÍCULO:
Gerente do Centro Nacional de Treinamento de Atletismo da CBAt – CNTA – SP
Professor dissertante IAAF – Curso credenciado pela IAAF. São Paulo 2014
Treinador IAAF de meio fundo e fundo – Curso credenciado pela IAAF. Santa Fé, Argentina 2014
Especialista em treinamento individualizado de corridas de meio fundo e fundo
Licenciatura plena em educação física, pela Universidade de Matanzas, Cuba 1994, validado pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR)
Mestrado em educação física, pela Universidade de Matanzas, Cuba 1998, validado pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Ex-atleta da equipe nacional de Cuba de atletismo
Campeão em competições a nível nacional e internacional em provas de meio fundo, fundo e maratona
Coordenador do centro de treinamento Rio 2016 – Jogos Olímpicos e Paralímpicos
Treinador da seleção brasileira em várias convocações
Treinador de atletas profissionais e amadores.

PÚBLICO ALVO:
Treinadores, professores e estudantes de Educação Física e/ou outros cursos universitários, especialistas interessadas em obter conhecimentos de treinamento de corrida de rua de forma eficaz.

RESUMO:
Treinar, treinar e treinar apenas não basta. É necessário traçar metas para que alcancemos nossos objetivos, independentemente do tamanho do seu sonho é preciso organizar, planejar e periodizar as cargas de treinamento.
Treinar um corredor de longa distância é um processo muito complexo. É indispensável um desenvolvimento harmônico das múltiplas qualidades simultaneamente: resistência, força, velocidade, coordenação, flexibilidade, etc.

Do atleta “amador” ao profissional, o processo de treinar tem como objetivo à adaptação do organismo às cargas de treinamento. A adaptação é a capacidade do organismo de adequar-se a qualquer estímulo que altere o equilíbrio interno, geralmente tende a ultrapassar o estado original de equilíbrio denominando-se no âmbito desportivo como “supercompensação”.

Toda adaptação é o degrau em que se apoia uma nova sequência de estímulos para alcançar um nível superior de condicionamento e assim sucessivamente até alcançar a preparação desejada para competição alvo.  Essa adequação do organismo ao estímulo depende da quantidade (volume) e qualidade (intensidade) do mesmo. O “segredo” de toda boa periodização é encontrar a proporção correta entre volume, intensidade e variabilidade dos meios e métodos de treinamento respeitando a individualidade biológica.

Tendo como base a complexidade do treinamento do corredor de longa distância elaboramos um programa de capacitação baseado nos principais elementos que facilitam o processo da periodização denominado: “Dez passos para o sucesso nas corridas de longa distância”:

  1. Os princípios do treinamento esportivo se aplicam a todos igualmente, profissionais ou amadores.
  2. Os processos de adaptação biológica são individuais e progressivos, exigem treinos gerais e específicos no tempo certo.
  3. A resistência é a capacidade determinante no resultado, porém as cargas devem ser cuidadosamente colocadas no momento certo e no atleta correto.
  4. A resistência aeróbica cria a base, porém não melhora a marca até os níveis desejados.
  5. Conhecer a Velocidade Máxima Aeróbica (VMA) é fundamental no planejamento das cargas aeróbicas.
  6. A força é a capacidade que sustenta a condição para o ótimo resultado;
  7. A velocidade é a capacidade condicionante do resultado.
  8. Correr é fácil e natural. Correr com ritmo, coordenação, agilidade e equilibro exige treinamento técnico qualificado.
  9. A boa periodização faz o balanceamento correto das cargas nos períodos e etapas de preparação, competição e transição.
  10. O controle do treinamento é fundamental para avaliar se o planejamento foi realizado na quantidade e qualidade desejada, assim como programar novas metas.

JUSTIFICATIVA:
É crescente o número de pessoas interessadas pela prática de atividades físicas em geral, conscientes dos benefícios para a saúde e qualidade de vida. Especificamente, cresce exponencialmente o número de praticantes nas corridas de rua, muitas vezes sem as orientações profissionais adequadas, fatos que podemos comprovar pelas estáticas publicadas. Aproximadamente 6 milhões de praticantes no Brasil, apenas um a cada cinco possuem orientações necessárias, com planilhas individualizadas respeitando o limite biológico na hora da periodização e distribuição das cargas.

OBJETIVOS:
Capacitar professores, treinadores e outros especialistas interessadas na periodização eficaz do treinamento do corredor de rua
Fornecer informações atualizadas referente aos conteúdos envolvidos na periodização do treinamento do corredor de rua
Facilitar o cálculo das planilhas individualizadas
Ajudar na criação de um ambiente seguro para o praticante da corrida de rua

CONTEÚDOS:

  • Bases científicas e fisiológicas do treinamento do corredor de rua;
  • A resistência como capacidade determinante do rendimento;
  • A força como capacidade suporte do rendimento;
  • A velocidade, flexibilidade e coordenação como capacidades condicionantes do rendimento;
  • A técnica de corrida como capacidade de optimização de esforço;
  • Periodização e controle do treinamento.

 

PROGRAMAÇÃO
DIA HORA CONTEÚDOS
1º dia 50’ Bases científicas e fisiológicas do treinamento do corredor de rua (T)
50’ Resistência – Capacidade determinante do rendimento (T)
Intervalo
50’ Resistência – Capacidade determinante do rendimento (T)
50’ Resistência – Capacidade determinante do rendimento (T)
2º dia 50’ Força – Capacidade suporte do rendimento (T)
50’ Velocidade, Flexibilidade e coordenação – Capacidades completares do rendimento (T)
Intervalo
50’ Velocidade, Flexibilidade e coordenação – Capacidades completares do rendimento (P)
50’ Circuitos de força – Funcional (P)
3º dia 50’ Periodização e controle do treinamento do corredor de Rua (T/P) – em sala de aula
50’ Periodização e controle do treinamento do corredor de Rua (T/P) – em sala de aula
Intervalo
50’ Técnica de corrida – Sua importância na economia durante a corrida (T)
50’ Técnica de corrida – Sua importância na economia durante a corrida (P)

 

 


Curso com certificado de 16h


Quero me inscrever


Curtiu?

Acompanhe